17.6.10

poema em linha reta

[...]
arre, estou farto de semideuses!
onde é que há gente no mundo?

então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?
[...]
[álvaro de campos]

2 talked:

Stela said on 18 June 2010 at 16:23:

adoro esse poema :)
e o blog também, apesar de nunca comentar - shame on me. Vou ver se apareço mais aqui, beijos


Daniela said on 19 June 2010 at 22:57:

Não sou de ler poemas. E tenho um preconceito gigantesco com Fernando Pessoa. Mas como é o heterônimo, e como eu gostei - e gostei mesmo - desse trecho, vou ver se dou uma chande pro Álvaro de Campos e procuro algo a mais pra ler. :)

Abraços!


Post a Comment

(home)